55 Madeira Consorcio Meeting Minutes (ToBinG) 13.3.2014 EXCERPT

March 16, 2014 at 11:09 am | Posted in Posts | Leave a comment
Tags: , , , , , , ,

55 reunião Madeira Consorcio (ToBinG) 13.3.2014 – English version below

Tivemos uma discussão interessante sobre como conter o Governo, o que foi inspirado por uma discussão igualmente sedutora acontecendo em Contraditório (http://www.contraditorio.pt/) em Lisboa.

Primeiro alguns outros detalhes :
O
sistema solar de D & MS  está agora a trabalhar muito bem. Eles tiveram que obter algumas baterias novas e mais poderosas. Ainda não tentaram ir sem o fornecimento EDP. Eles descobriram que é ilegal em Portugal a vender eletricidade excedente (executando o metro para trás) à EDP e ao mesmo tempo a produção de electricidade para consumo doméstico, por isso só estão produzindo para si mesmos.


OCesto: o topo está quase completo, depois tem que ir para o estofador a ser equipado com o tecido. D tem um contato na Ponta do Sol que está ansiosa para ver o protótipo, mas também temos P. como potencial comprador.


U escreveu um plano de negócios en Inglês (com um software EUA www.enloop.com) para o projeto de
DV e enviou-o para vários intermediários de investidores. O software, sendo da América, é um pouco engraçado: uma Lda obtem uma classificação pior, quando o projeto é baseado em um único proprietário, o “rating” fica melhor. Não tem entrada para efeitos de IVA , mas oferece um PDF profissional, tudo de graça. Extras, como deixar de fora o logotipo de Enloop , precisa ser pago. Recomendável!


U está em contato com o Pingo Doce para ver se eles nos permitiriam distribuir panfletos com o
Manual de Fogo nos supermercados, devemos ouvir algo na próxima semana. D está em contato com o Continente, mas a pessoa responsável não estava disponível até o momento.


A discussão:
M de Contraditiorio sugeriu que os impostos devem ser dedicados a fins específicos, de duas maneiras:
1. Imposto sobre gasolina → manutenção de estradas etc; impostos de tabaco e álcool – > serviços de saúde, etc; os impostos de luxo → ….
2.IRS: o cidadão pode determinar percentagens dos seus impostos para ir para todos os departamentos, por exemplo: 10% para a defesa, 30% para a educação, etc …. até 100% é atingido. Assim mostra de forma muito evidente a importância que cidadãos coloquem sobre os serviços que consomem, e capacitá-los para governar seu estado. Os serviços públicos que, portanto, recebem pequenas quantidades de receitas fiscais têm de apertar o cinto. Se este, em seguida, resulta numa falta de serviços, os cidadãos irão aumentar a sua distribuição. Como na Califórnia com seus referendos, os cidadãos terão uma curva de aprendizado a respeito de porque os impostos precisam ser levantadas, não baixados.
3.Para tornar a gestão mais fácil, isso poderia ser decidido por referendo com um ano de antecedência. Em seguida, os escritórios de administração saberiam antecipadamente quanto dinheiro eles irão receber.


E disse que o Brasil teve um pequeno imposto sobre todas as transações de dinheiro por um tempo; esta pequena quantidade foi suficiente para cobrir o défice e restaurar o pote de pensão da Segurança Social. Em seguida, o Estado tentou usá-lo para outros meios, mas foi parado pelos cidadãos.


Também falavamos sobre um controle do sector bancário, proibindo qualquer comércio (“Os mercados ” são baseados em
comércio) com os bens que não têm contra-valor tangível (bens e hipotecas são bons, Credit Default Swaps, etc não são). Mas Títulos – IOUs ( “Eu devo a você” ) não são tangíveis e podem ser necessários no mercado , pois eles podem ser limitados por uma regra para não vendê-los após a primeira venda.

Outros comentários – não podemos estar sempre otimista :
GM tinha de fato sido nacionalizado devido à crise bancária, bem como alguns bancos. Os EUA e a Europa estão resgatando os bancos e alguns especialistas do banco dizem que na verdade esta crise ainda temos hoje não foi devido ao excesso de gastos – o que aconteceu também – mas a crise atual realmente ainda é devido ao resgate do sistema bancário.
Países como a Grécia e Portugal estão agora em escravidão por dívida. Isso era previsível e talvez até mesmo feito deliberadamente pelos países mais ricos da UE quando começaram o euro.
O dólar ainda governa o mundo. Nos EUA, os cidadãos estão na escravidão do cartão de crédito, isso funciona em todos os paises.
Há demasiado políticos que trabalham para os bancos.
O sistema de Segurança Social já não funciona, porque as crianças costumavam para pagar os próprios pais, agora estáo pagando por muitas pessoas, e os dados demográficos não são em nosso favor.
D disse que, se os EUA não tinham eliminado o imposto sucessório sobre pessoas ricas em 2000, os EUA poderiam ter eliminado o IVA e Imposto de Renda em 2020 ou 2025. O mesmo iria para Portugal.
A UE deve instalar uma Agência de Rating de Crédito Europeia para compensar os danos das três agências norte-americanas estão fazendo para a Europa, olhe para esta palestra do TED: http://www.ted.com/talks/annette_heuser_the_3_agencies_with_the_power_to_make_or_break_economies

Por último, mas não menos importante:
E disse que o dinheiro deve ser visto como um produto de trabalho, mesmo amor, e não só como um meio de pagamento.
Vivemos em um mundo frágil , somos nem sempre conscientes disso, porque é assustador.

A nossa organização :
Nosso Blog está em https://madeiraconsorcio.com/
Facebook é a http://www.facebook.com/groups/madeiraconsorcio/

A próxima reunião Agricultura será no dia 3 de abril
O grupo ToBinG se reunirá no dia 26 de março

 

 55 Madeira Consorcio Meeting Minutes (ToBinG) 13.3.2014

We had an exciting discussion about how to curb the Government; this was inspired by an equally enticing discussion going on in Contraditório in Lisbon (http://www.contraditorio.pt/)

First some other details:
D & MSs solar system is now working very well. They had to get some new and more powerful batteries. They have not tried going without the EDP supply yet. They found that it is illegal in Portugal to sell surplus electricity (by running the meter backwards) to the EDP while also producing electricity for home consumption so there are only producing for themselves.

The Basket: the top is nearing completion, then it has to go to the upholsterer to be fitted with the fabric. D has a contact in Ponta do Sol who is keen to see the prototype, but we still have P. as potential buyer as well.

U wrote an English business plan (with an US software www.enloop.com) for the DV project and sent it on to several investor intermediaries. The software, being from America, is a bit funny: Lda’s get a worse rating as if the project is based on a sole proprietor – and it has no entry for VAT but it delivers a professionally made PDF, all for free. Extras, such as leaving out the Enloop logo, need to be paid for. To be recommended!

U is in touch with Pingo Doce supermarket to see if they would allow us to distribute pamphlets with the Fire Manual in the supermarkets, we should hear something next week. D is in touch with Continente but the responsible person was not available so far.

THE Discussion:

M from Contraditiorio suggested that taxes should be dedicated to specific purposes, in two ways:

  1. Fuels tax → road maintenance etc, tobacco and alcohol taxes -> Health services etc, Luxury taxes → ….

  2. Income tax: the citizen can determine the %age of 100% of his taxes to go to all departments, e.g. 10% for defense; 30% for education,…. etc until 100% is covered. This would show in a very obvious way the importance the citizens place on the services they consume, and empower them to rule their state: Public services which therefore receive small amounts of tax revenues have to tighten their belts. IF this then causes a lack of services, citizens will increase their distribution. As in California with its referendums, citizens will have a learning curve as to why taxes need to be raised, not lowered.

  3. To make the management easier, this could be decided by referendum for one year in advance. Then the admin offices would know on advance how much money they can work with.

E said that Brazil had a very small tax on all money transactions for a time, this tiny amount was enough to cover the deficit and restore the Social Security pension pot. Then the state tried to use it for other means but was stopped by the citizens.

We also spoke about reigning in the banking sector by forbidding any trade (“the Markets” are based on trade) with goods that have no tangible counter-value (goods and mortgages are fine, Credit Default Swaps etc. are not). But Titles – IOUs (“I owe you”) are not tangible and might be needed in the market; they could be limited by a rule to not sell them on after the first sale.

Other comments – we cannot always be optimistic:

GM had in fact been nationalized due to the banking crisis, as well as some banks. The US and Europe are rescuing the banks and some bank experts say that indeed this crisis we still have today was not due to overspending – which happened as well – but the current crisis is still due to the rescue of the banking system.

Countries like Greece and Portugal are now in debt slavery. This was foreseeable and maybe even done deliberately by the richer EU countries when they started the euro.

The dollar still rules the world. In the USA, the citizens are in credit card slavery, it works everywhere.

There are way too many politicians who work for banks.

The Social Security system is not working anymore because children used to pay for their parents, now there are paying for too many people, and demographics are not in our favor.

D said that if the US had not eliminated the inheritance tax on wealthy people in 2000, the US could have eliminated VAT and Income Tax by 2020 or 2025. The same would go for Portugal.

The EU is supposed to install a European Credit Rating Agency to offset the damages the three American agencies are doing to Europe, have a look at this TED talk: (http://www.ted.com/talks/annette_heuser_the_3_agencies_with_the_power_to_make_or_break_economies)

Last but not least:

E said that money should be seen as a product of labour, not only as a means to pay something.

We live in a fragile world, we are just not always aware of it because it is frightening.

Our organisation:

Our Blog is at https://madeiraconsorcio.com/

Facebook is at www.facebook.com/groups/madeiraconsorcio/

The next Agriculture meeting will be on April 3.

The ToBinG group will meet on March 26.

 

Advertisements

Leave a Comment »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Blog at WordPress.com.
Entries and comments feeds.